Conversando sobre a Morte

A morte está entre as poucas certezas da vida e, se lidar com a morte já é difícil para quem é adulto, é bem natural que pais e familiares também tenham dificuldades em abordar o tema com as crianças. Falar sobre a morte nunca será uma tarefa fácil ou agradável, mas é algo extremamente necessário!

A boa notícia é que existem os livros. Eles ajudam a constituir uma oportunidade e criar condições para falar sobre morte com os pequenos de uma maneira mais natural, menos pesada.

Ler para as crianças ou permitir que elas entrem em contato direto com livros que contem histórias sobre perda, saudade e separação colocam as crianças numa situação em que elas passem a se sentir mais seguras para expressar suas dúvidas, seus anseios e preocupações. Assim que elas terminarem de ler os livros (se os fizerem sozinhas) entrem no assunto, conversem com elas sobre essas narrativas, isso certamente vai auxiliar a passarem pela ausência de pessoas amadas. 

Psicólogos dizem que:

  • Até aos 3 anos a criança não consegue entender que a morte é definitiva e irreversível. 
  • Dos 4 aos 7 anos, já há compreensão do aspecto irreversível da morte. A criança entende que um ente falecido não volta mais e o animalzinho de estimação que morreu não estará mais na casa. Mas ainda não faz distinção entre o valor entre uma perda humana ou de seus animais.  
  • A partir dos 7 anos, já começa a compreender o seu significado e a sentir o quão doloroso e angustiante é perder para sempre alguém que lhe é querido (família e/ou animal de estimação).

Clique na imagem do livro para saber mais

Idade: 3 a 5 anos

Idade: 6 a 8 anos

Idade: 9 a 12 anos

Idade: 13 a 15 anos

Idade: 16 ou mais

Você também pode gostar:

Tem algum livro específico que você busca?

Ou vá direto às lojas

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do usuário e analisar o tráfego do site. Ao utilizar este site, o usuário concorda com o uso de cookies e tecnologias semelhantes.